quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

O vazio da Segunda Guerra Mundial


Dei o dito pelo não dito,
Vejo o meu futuro perdido,
Agora que a segunda guerra
Acabou, o mundo ficou destruído.

As taxas de mortalidade
Aumentaram abruptamente,
A minha família perdi durante
Esta horrível guerra, estou
Preso num mundo de infelicidade.

Do que é que me vale o pouco
Dinheiro que comigo trago
Se nada posso comprar, todos
Os produtos estão mais caros
Devido a inflação,
Por estas ruínas que outrora
Foram ruas caminho sem
Rumo e com um vazio no
Coração.

Do que é que me vale a
Vida, se perdi tudo,
Nada os trará de volta,
Esta infelicidade que por
Dentro me corrói,
Da voz ao silencio da minha
Revolta.

Este pó que sobre o ar paira,
Conta como os Nazistas destruíram
Tudo sem piedade e mataram
Famílias sem dó e os judeus
Tentaram exterminar .

Não preciso de pensar muito
Para perceber que idolatravam
Hitler como um deus,
E que seguindo a sua ideologia
Mataram muitos dos meus.

Perdi a paixão que dentro de mim
Existia, perdi a mulher da minha
Vida, e os meus filhos que com ela
Estavam, Os Alemães bombardearam
O prédio onde eles estavam,
Hoje passei por lá e nada restava,
Perdi a família que tanto amava.

Vi com bons olhos a chegada da Rússia
Á Polônia, mas ainda me lembro
Do triste tempo de guerra em que
Minuto a minuto sofria.

Estávamos todos separados uns foram
Apanhados e para campos de
Concentração eram enviados, enquanto
Os restantes no prédio permaneciam escondidos.

Tantos momentos de fome foram vividos
Nesta secreta residência com os
Nossos amigos, enquanto ouvíamos
A rádio para estar a par dos passos
Dos que á nossa vida eram inimigos.

Muitos vizinhos que nos ajudavam por
Eles eram inquiridos e em certos
Casos acabavam mesmo por ser detidos.

Este era o ciclo que se vivia diariamente
Durante a guerra, nesta fase a minha
Saúde começara a fraquejar, e já da fome
Me ressentia, eu tentava mas não conseguia
Que o dia seguinte fosse diferente.

Tenho a noção de que só sobrevivi devido
Á ajuda dos meus amigos que na alta
Sociedade estavam inseridos e a eles
Estarei eternamente agradecido, por
Tudo o que por mim fizeram
Durante tamanhos momentos vividos.

Hoje pelos locais onde os responsáveis
Da minha eterna perda passavam,
Caminho em silencio, em plena solidão
sempre com este sentimento de revolta
E um grande vazio no meu coração.



Pedro Reis


20 comentários:

  1. A guerra mostra o animal dentro do homem. nem sei se poderia falar assim.
    Pois os animais lutam de forma justa. No corpo a corpo, usando apenas suas força. O homem faz uma guerra injusta. Mata inocentes, destroi sonhos, planos. É monstruoso o que a guerra faz.
    Bjos achocolatados e um feliz ano novo

    ResponderExcluir
  2. Os animais agem instintivamente, nós humanos apesar de toda inteligência, agimos como irracionais. Obrigado pela visita, e Beijos achocolatados para você também, Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  3. Bonito blog, muito crativo, abraços!

    ResponderExcluir
  4. Ola,

    Já somos amigos no Dihitt e temos o prazer de lhe convidar a conhecer o nosso novo Agregador de Links da web http://nabocadosapo.com .
    Venha participar e aumente suas visitas aqui não se exige muito de você, basta preencher o formulário e em seguida postaremos o seu link.
    Não deixe de visitar a seção “Parceiros” - http://nabocadosapo.com/parceria e aumente suas visitas. Confira as vantagens.
    Na Boca do Sapo – Mais visitas para a sua página
    Desde já agradecemos por sua atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está bem, visitarei sim o site amigo, parabéns por administrar um agregador, sabemos da grande dificuldade que é. Abraços e boa sorte para o novo agregador, muito sucesso!

      Excluir
  5. Olá!

    Já olhei seu blog e vi os temas que tras. Inclusive, já a apresentação do layout dele demonstra o que voce pretende expor. Quase toda a minha familia materna morreu na segunda guerra. Este poema fala do vazio que somente quem passou por isso sabe o que realmente significa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma pena tudo que aconteceu e continua acontecendo em guerras ao longo do história e dos dias atuais em todo o mundo. Apesar do pouco tempo em que vivi, tive contato com muitas pessoas que perderam familiares e amigos principalmente durante a segunda guerra mundial. Meus pêsames por seus familiares.

      Beijos

      Excluir
  6. Parabéns!
    Muito legal o seu espaço.
    Sucesso!
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, sucesso para você também amigo. Abraço!

      Excluir
  7. Perfeito.
    Você consegue nos levar a sentir a dor, como se fosse nossa mesmo.
    Gostei daqui.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No mundo que estamos, temos mesmo que tomar as dores dos mais fracos e desfavorecidos até que a sociedade se torne igualitária. Muito Obrigado por sua participação no blog, abraços!

      Excluir
  8. Vivemos em uma guerra permanente que destrói milhões de vidas todos os anos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Luis, no Brasil mesmo se mata mais por drogas do que na guerra do Iraque por exemplo. E a guerra não envolve apenas isso, a corrupção, a prevaricação e ódio fazem com que esta tenha ainda mais volúpia. E não é um problema só brasileiro, o mundo vive em guerra, mesmo que nem sempre armada.

      Excluir
  9. Olá!
    Já conhece o Just Been Paid?
    É um sistema mundial online onde lucra muito dinheiro!
    Inscreva-se já e ganhe 10 dolares para testar o sistema!
    Assista às nossas conferências!
    Está à espera do quê para se juntar aos 400.000 membros?
    Toda a informação em http://artedomeubemviver.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  10. Olá José Ricardo!
    Por que tantas guerras?
    Passei para uma visita ao amigo, e me deparei com esse texto nos impõe refletir sobre à vida e nosso papel na sociedade.
    Parabéns!
    Abs.: JOSÉ REINALDO

    ResponderExcluir
  11. Obrigado caro José Reinaldo!
    Tentando responder a sua pergunta, nossa sociedade guerrilha por vários motivos, em muitas vezes a guerra é vista como a única forma de solucionar um caso. Entretanto umas parecem até mais nobres e "justificáveis" que outras (apesar que eu acho que nada justifica a guerra), por exemplo, a briga pelo território palestino, e aquela que considero mais daninha na sociedade atual, a guerra do tráfico. Qual motivo teria essa para acabar com tantas vidas?

    ResponderExcluir